CONTRAMÃO DO SISTEMA: Linchamento Público "Global"

Pesquisa de Temas

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Linchamento Público "Global"

Com o devido respeito a memória do cinegrafista Santiago, logo após sua morte, a mídia deu conta de promover o linchamento público daqueles que de alguma maneira se opõe aos interesses dos poderosos por ela defendidos.

Sobrou inclusive para aqueles que não rezam pela cartilha da REDE GLOBO e dos que com ela são mancomunados.

É visível as táticas adotadas pelas entidades, inclusive as midiáticas, que estão em conluio com classes dominantes no país, tentando induzir, manipular a opinião pública, para obter apoio para a aprovação de leis tiranas como a que tenta cercear o direito de manifestações legítimas que denunciam o caos brasileiro. Estas entidades divulgam informações grosseiras a fim de maquiar a verdade, tentam empurrar para a população a ideia de que melhorias estão sendo realizadas pelo governo como se tudo estivesse sob controle, inclusive a inflação!

A emissora global apoiou o golpe militar de 64, anos depois para não perder seus telespectadores, divulgou seu arrependimento, mas na prática, só mudou de tática, continua sendo a maior aliada da politicada.

Ano de eleições, Copa do Mundo, UPP's em grande depreciação social, aumento da criminalidade nas regiões mais pobres do Rio de Janeiro.e etc. diante deste cenário a politicada usa como arma contra os rivais; o linchamento público, é uma guerra de imagens, onde ganha quem consegue ficar com a imagem mais limpa por mais tempo. Quem tem mais dinheiro, mais influência, mais a oferecer, consegue a aliança com a mídia, que por sua vez se encarrega de desmoralizar os menos afortunados, que talvez até tenham boas ideias, e quem sabe mereçam um voto de confiança.

Não importa o que aconteça nos corredores do poder, o alvo sempre é a população, ela é quem vai decidir a guerra nas urnas. Toda estratégia adotada pelos poderosos inclusive a de se aliar, de se vender para a mídia, tem como objetivo principal convencer o povo a lhes apoiar, ainda que para isso tenham que acabar com a imagem de alguém. Todo época de eleição é a mesma coisa, cada rival vai mostrar todos os "podres" do seu oponente reunidos ao longo do tempo, empresas de publicidade movimentam milhões para construir uma imagem favorável para seus clientes políticos, ou para destruir seus oponentes, vasculham o lixo da casa de cada um, qualquer detalhe é importante, representa um voto a mais ou a menos, e depois o mal cheiro o chorume é derramado dentro de nossas casas no horário nobre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba aviso de postagens por e-Mail

Assuntos