CONTRAMÃO DO SISTEMA: PL 122 – "A igreja" x Os Homossexuais

Pesquisa de Temas

quarta-feira, 6 de julho de 2011

PL 122 – "A igreja" x Os Homossexuais

Não concordo com a homossexualidade, pois é reprovada pela Bíblia. Porém também não concordo com esses protestos e manifestações que têm sido realizadas contra o PL 122. Acredito que com base no argumento de ter a liberdade cristã cerceada, muitos cristãos têm se precipitado contra os homossexuais. Pergunto-me: Qual será a visão que os homossexuais têm da igreja e dos evangélicos atualmente? Será que este levante contra a PL 122 tem revelado Jesus para eles?
Acredito que este levante todo não passa de falso moralismo, não há nenhum engajamento social nem cristão nessa baixaria toda que está sendo promovida por alguma parte das igrejas do Brasil, e alguns líderes evangélicos.
Quantos projetos de lei já foram aprovados, e que hoje prejudicam tanto a maior parte da população, e beneficia uma minoria, e mesmo tendo conhecimento deles a igreja nunca fez nada? Quanto a tantos outros projetos de lei que prejudicam o povo brasileiro que hoje já se consolidaram, muitos líderes evangélicos permaneceram calados, quem sabe se por medo, por “rabo preso”, ou por simplesmente não se importarem com questões sociais. E porque que agora se resolveu protestar contra a PL 122? Será este um projeto de lei crucial para o envolvimento da igreja com as questões sociais do país? Para muitos o movimento homossexual no Brasil é um sinal do “fim”, graças a esta teologia doente pregada em muitos púlpitos, rádios e TV, hoje em dia.
O fato é que quando a “igreja” sentiu o medo de uma pedra estilhaçar sua janela logo se moveu, mas antes nunca envolveu em nada parecido. Há algum registro da igreja se envolvendo assumida e diretamente nas Diretas Já? No Impeachment do Collor? Contra a falsa CPMF? Contra o salário mínimo de fome? NÂO! (Salvo o melhor Juízo no caso das que se envolveram) A igreja tem preferido ficar pelas sombras, quando aparece é com marchas sem rumo, se não fossem as vidas que eventualmente se rendem a Cristo, seriam marchas por simples promoção de igrejas, e agora saem das sombras para esse ato mal resolvido, antes ficassem as escondidas.
Se a PL 122 de alguma forma realmente fere a constituição, e prejudica de qualquer forma o cristão para favorecer o homossexual, deve mesmo ser corrigida, mas não por preconceito, e sim porque gozamos dos mesmos direitos consituicionais  que os homossexuais.
Não concordo com a homofobia, aliás, não concordo com nenhum, tipo de preconceito, a Bíblia não ensina preconceito nenhum, mas é preciso ter cuidado para não confundirmos princípios bíblicos, com achismos pessoais, e daí usarmos a bíblia e o povo de Deus para promovê-los.
Protestos contra a homossexualidade estão sendo feitos em Brasília em nome dos valores familiares, mas alguém está se esquecendo que homossexuais também têm família, e que enquanto há um pastor ou um político em cima de um palanque tratando os homossexuais como “Terceiro Sexo”, e sendo aplaudidos por alguém, mães e pais estão chorando e precisando de ajuda, e sobre isto nenhum pastor destes entre os manifestantes, se pronuncia.
Infelizmente muitos cristãos se permitem ser usados como massa de manobra, e se prestam a protestos como este fazendo com que o povo de Deus seja visto como gente intolerante e fanática, o pecado não pode ser tolerado, mas pecar para combater o pecado é burrice. E preconceito é pecado.
Acredito que Deus pode dar sabedoria aos cristãos para lidarem com a homossexualidade de uma maneira mais sábia do que a que está sendo usada. Os discursadores se esforçam para ser convincentes ao demonstrar que estão lutando a favor do evangelho, quando tentam derrubar a PL 122, acredito que seria melhor convocar os evangélicos para refletir sobre o tratamento da Igreja dispensado ao homossexual, ao invés de estimular os crentes (Os que se permitem a isso!) a esse levante desequilibrado.
Quantos cristãos, inclusive pastores no Brasil e no mundo têm filhos homossexuais, e como eles gostariam que fossem tratados? O que parece é que até este levante tem sido realizado apenas pelo medo de alguns pastores de terem que casar homossexuais em suas igrejas.
A pergunta é? Se isso acontecer, como a igreja vai reagir? Será que a igreja de hoje está preparada para isso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba aviso de postagens por e-Mail

Assuntos